quarta-feira, 20 de junho de 2012

always


(Finalmente), consegui perceber que sou eu que tenho o nosso futuro nas mãos, a minha maneira de ser, tudo depende dela. Prometi-te e cumprirei. Não voltarei a ter medo, fecharei o livro do medo. Sabes porquê? Porque por mais voltas que a vida nos dê, por mais que ela seja virada do avesso, as nossas histórias encontrar-se-ão sempre, incluir-nos-ão, aos dois, sempre!



- Já te disse que te amo?
- Não.
- Mas amo.
- Ainda?
- Sempre!

5 comentários:

  1. às vezes o medo consegue ser uma arma perigosa contra uma relação.

    ResponderEliminar
  2. O nome Catarina, é forte ihih, eu gosto bastante do nosso nome!:)

    ResponderEliminar